Quem somos

Conheça um pouco Sobre Nós

A Lurdes Narciso constituiu-se em Janeiro de 2004, com a equipa que transitou de Maria de Lurdes da Ponte Martins Narciso, a empresa que iniciou a sua atividade no ramo da exportação de peixe fresco e na distribuição de produtos ultracongelados, em 12 de Fevereiro de 1993.

Os nossos Serviços

Novidades

Lançamento de novo site
Lançamento de novo site
Lançamento do novo site da Lurdes Narciso! Aqui poderá pesquisar os melhores produtos nas no...
Frescos

Produtos Frescos

Pesca: Melhor qualidade e quantidade de espécies do Mar dos Açores.
Processamento: Controlado e processado pela nossa equipa de profissionais.
Exportação: Exportamos os nossos produtos para todo o Mundo.

Frescos

  • CRACA (Megabalanus azoricus)

    .

    Adicionar
  • CABRA/RUIVO (Aspitrigla cuculus)

    Principais artes de pesca: palangre de fundo. Estatuto de conservação: os mananciais locais desta espécie parecem saudáveis. Ficha técnica: Ficha técnica (Cabra-Ruivo)    

    23,00 Adicionar
  • PEIXE ESPADA PRETO (Aphanopus carbo)

    Arte de pesca principal: palangre de fundo à deriva. Estado de conservação: Os manantiais locais são em grande parte virgens.  Ficha técnica: Ficha técnica (Peixe-espada-preto)  

    Adicionar
  • SALMONETE (Mullus surmuletus)

    Principais artes de pesca: Covos. Estatuto de conservação: O manancial local do salmonete parece saudável. Na região o tamanho mínimo comercial da espécie é de 15 cm. Ficha técnica: Ficha técnica (Salmonete)  

    Adicionar
  • PEIXE GALO (Zeus faber)

    Principais artes de pesca: palangre de fundo e linha-de-mão. Estatuto de conservação: o manancial regional desta espécie parece saudável, embora o conhecimento acerca desta espécie seja reduzido. Ficha técnica: Ficha técnica (Peixe-galo)

    Adicionar
  • RAIA (Raja clavata)

    Principais artes de pesca: linha-de-mão e palangre de fundo. Estatuto de conservação: embora o manancial regional desta espécie pareça saudável, esta raia está classificada na Lista Vermelha da IUCN como ameaçada para o Atlântico Norte. Ficha técnica: Ficha técnica (Raia)  

    Adicionar
  • ANCHOVA (Pomatomus saltatrix)

    Principais artes de pesca: corrico e linha-de-mão. Estatuto de conservação: os mananciais atlânticos desta espécie parecem saudáveis. Ficha técnica: Ficha técnica (Anchova)  

    22,99 Adicionar
  • CAVALA (Scomber japonicus)

    Principais artes de pesca: palangre de fundo e corrico. Estatuto de conservação: actualmente não existe preocupação quanto ao estado de exploração do manancial na região. O tamanho mínimo comercial da cavala é de 20 cm, de acordo com a legislação nacional. Ficha técnica: Ficha técnica (Cavala)  

    22,99 Adicionar
  • LAPA BRAVA (Patella aspera)

    Principais artes de pesca: apanha manual. Estatuto de conservação: a espécie tem um período de defeso entre 1 outubro e 30 de abril e um tamanho mínimo de captura de 5 cm. sobre explorada em todas as áreas de distribuição. Ficha técnica: Ficha técnica (lapa-brava)  

    Adicionar
  • GORAZ (Pagellus bogaraveo)

    Principais artes de pesca: linha-de-mão e palangre de fundo. Estatuto de conservação: embora o manancial local pareça estar relativamente saudável, a espécie poderá ser sensível a um aumento do esforço de pesca. O tamanho mínimo de captura para a espécie é de 25 cm e possui um TAC anual de 1116 toneladas. Ficha técnica: Ficha técnica (Goraz)  

    Adicionar
  • PARGO (Pagrus pagrus)

    Principais artes de pesca: linha-de-mão e palangre de fundo. Estatuto de conservação: o estado do manancial local de pargo parece relativamente saudável. O tamanho comercial mínimo da espécie é de 20 cm. Ficha técnica: Ficha técnica (Pargo)  

    Adicionar
  • LAGOSTA (Palinurus elephas)

    Principais artes de pesca: armadilhas. Estatuto de conservação: tamanho mínimo de captura de 9,5 cm (comprimento da carapaça). Época de defeso entre 1 de janeiro e 31 de março para as fêmeas e de 1 de outubro a 31 de dezembro, para ambos os sexos. Ficha técnica: Ficha técnica (Lagosta)  

    Adicionar

Newsletter